segunda-feira, 21 de junho de 2010

Preciosa

Uma História de Esperança é um verdadeiro soco no estomago. É também um divisor de opiniões. Alguns gostam muito,outros acham o filme muito denso e monótono. No começo também fiquei na dúvida se realmente tinha gostado ou se tinha achado um filme de ótimas atuações.


Na verdade , concluo que “Preciosa” é um filme difícil de ver , por abordar uma história tão real e dolorosa de uma adolescente(Clairice Preciosa Jones) negra, obesa, pobre, abusada sexualmente pelo pai, maltratada e humilhada pela perversa mãe e com dificuldades de relacionamento inter-pessoal. Transferida para uma escola especial Preciosa sonha com uma melhoria de vida e a oportunidade de superação.

O filme é tão real e sincero em sua proposta que chega a ser incomodo. Faltam adjetivos para elogiar o trabalho da atriz da personagem principal(Gabourey Sidibe) como também da atriz que interpreta sua mãe(Mo´nique). O filme ainda conta com participações de Mariah Carey e Lenny Kravitz em atuações que por incrível que pareça só somam ao filme.

O ponto alto do filme é que ele não caí no clichê, como outros filmes com a temática semelhante, de pessoas sem oportunidades, que se apóiam em alguém ou algum dom natural, para realizar seus sonhos ou mudar de vida. E que no final geralmente,elas conseguem almejar seus objetivos. A nossa “heroína” não se assegura com nada nem com ninguém. A única pessoa que se preocupa de verdade com ela é a sua nova professora. E quando tudo parece que vai melhorar algo acontece e a deixa cada vez menos esperançosa.

Dirigido por Lee Daniels, e indicado a 5 Oscar(inclusive melhor filme,diretor e roteiro adaptado),“Preciosa” não é um filme para final de semana.Porém, é inegável a sensacional experiência de conferir um filme tão repleto de emoções e também de privilegiar duas excelentes atrizes que o cinema ganhou, Gabourey Sidibe e Mo´nique.



Veja também : (A Última Ceia-2001) também de Lee Daniels

Amor Sem Escalas

O diretor de “Juno” Jason Reitman constrói uma narrativa formidável nesse “Amor sem Escala”. Filme que de ínicio resistir em ver, mas que saí bem reflexivo depois que assisti. É um dos melhores que eu vi nos últimos meses.

George Clooney é Ryan , um empregado de uma empresa especializada em demissões, que viaja todo o país para desligar funcionários de outras empresas e que se vangloria de passar mais dias em aviões, táxis, aeroportos e hotéis do que na sua própria casa. Nessas viagens conhece Alex(Vera Farmiga) que parece viver da mesma forma que ele e acabam tendo uma romance.

Porém parece que seus dias estão acabando,quando uma funcionária que trabalha na mesma firma, Natalie(Anna Kendrick) que defende o trabalho de demissões pela internet.

O filme é conduzido de maneira crítica,humana e verdadeira. Você percebe que a história não se define num drama, num romance, nem tão pouco numa comédia,mas que passa muito bem por eles.

Fiquei fã da atriz Vera Farmiga.Vi poucos filmes com ela(No Rastro da Bala e A Órfã), mas já percebo sua versatilidade. A cena que ela e George Clooney se reecontram em Chicago no final do filme é inesquecível. Um verdadeiro tapa na cara.

Gostei muito. A mensagem que ficou é de que a vida deve ser sentida e não teorizada.


Nota- 8,5

Top 10

ToP 10 por Ilã Queiroz.



De inicio digo que é muito difícil escolher meu top 10, pois acabo esquecendo de alguns. Até por que não me limito a gêneros. Sou muito eclético, mas tenho uma facilidade de me indetificar com dramas e policiais. Tenho alguns romances que são referências. Se tem um gênero que eu assisto pouco é terror e ficção. Tentei selecionar os que mais me marcaram por algum motivo.




Aí vão:


-------------------------------------------------------------------------------------------------


1º A Outra História Americana (American History X, EUA 1998)

Em "A Outra História Americana", a crueldade e a ignorância do ser humano são dissecadas desde a raiz até os últimos galhos, passando inclusive por temas delicados como "família" e "juventude". É um filme para se guardar e não se esquecer nunca mais.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

2º Réquiem Para um Sonho (Requiem for a Dream, EUA,2000)

Triste, sufocante, doloroso. São os adjetivos certos para definir esse filme. A Obra Prima de um Diretor (Darren Aronofsky) que se renova a cada trabalho. Depois de ver esse filme tenho certeza que só um louco para se envolver com drogas.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine,EUA,2006)

Um filme para ver em qualquer momento.Talvez o filme dos 10 que eu mais revi. Simples, cativante, comovente, repleto de humor negro. Se você tem apenas um filme para ver nos últimos dias não perca “Pequena Miss Sunshine”.


Adoro a frase : “a vida é uma seqüência de concursos de beleza, estamos sempre querendo provar que somos melhores do que os outros'”.

-------------------------------------------------------------------------------------------------



4º Sleepers: A Vingança Adormecida (Sleepers, EUA 1996)

Quatro jovens amigos que cresceram juntos no bairro barra-pesada de Hell's Kitchen, em Manhattan, têm a chance de se vingar dos carcereiros sádicos que abusaram seguidamente deles num instituto correcional, quando ainda eram crianças. Excelente filme,uma grande superação.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

5º O Senhor dos Anéis: Triloga (The Lord Of The Ring , EUA, NOVA ZELANDIA 2004)

O filme virou um Clássico Moderno. Aventura inesquecível. Sou fã incodicional dos livros. O filme não deixou nada a desejar.

-------------------------------------------------------------------------------------------------


6º Antes do Amanhecer (Before Sunrise, EUA,AUSTRIA,SUÍÇA 1994)

Uma das mais belas e sensíveis história de amor do cinema moderno. Um filme que conquistou platéias de todo o mundo e o Urso de Prata no Festival de Berlim. É realmente um belo romance em que tudo flui suavemente, sem pretensões nem pressa de de acabar. Não há nenhuma cena de ação, nada de mais acontece, ninguem rouba a bolsa da moça e o mocinho corre atrás prá recuperar. não há nada que aconteça que não seja o casal conversando naturalmente. O amor na sua forma mais pura é revelado aqui. O amor na sua forma mais pura é revelado aqui.

-------------------------------------------------------------------------------------------------


7 º E Sua Mãe Também (Y tu mamá también, México ,2001)

O filme verdadeiro,sincero. Viagens, muito sexo. O primeiro sucesso de Gael Garcial Bernal. Fala sobre amizade. Revela que as mentiras doem, mas que a verdades esclarecidas doem ainda mais. Gostei muito. Melhor ainda ver sozinho!

-------------------------------------------------------------------------------------------------

8º O Segredo de Borkeback Moutain (Brokeback Moutain , EUA 2005)

"Direção sensível, atuações brilhantes, trilha sonora gostosa de se ouvir, fotografia de encher os olhos, um roteiro bem formulado e livre de preconceitos, montagem competente..."

-------------------------------------------------------------------------------------------------


9º Kill Bill (Kill Bill – EUA 2003)

Referência pop ao cinema trash japonês. O 4º filme de Tarantino. Quase 10 anos depois de Pulp Fiction.

-------------------------------------------------------------------------------------------------


10º Billy Elliot – (Billy Elliot , Inglaterra 2001)

Ainda tem filmes que conseguem fazer você rir e chorar a ao mesmo tempo. É o caso desse Billy Elliot que conta a historia de um garoto pobre da Inglaterra que luta contra o seus pais para realizar o sonho de virar um dançarino. Filme para ter em casa.